Classificados Aguardem!

Terça 09/12/2014 - 15h39


CIDADES

Justiça na Praça: casamento comunitário em Pau dos Ferros reúne 104 casais

Conforme o previsto, os casais inscritos ficam isentos de pagar o valor de R$ 236,00 de acordo com a Lei Estadual nº 7.115, de 1983.

O programa Justiça na Praça, desenvolvido pelo Núcleo de Ações e Projetos Socioambientais (NAPS) do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), levou ao município de Pau dos Ferros, no Alto Oeste Potiguar, uma vasta gama de serviços para atendimento ao público. A realização do casamento comunitário iniciou a programação na noite de sexta-feira (5), reunindo 104 casais inscritos para o matrimônio coletivo. Essa foi a quarta vez que Pau dos Ferros recebeu o Justiça na Praça.

 

Por volta das 18h, já era possível ver a movimentação dos 104 casais inscritos para o matrimônio coletivo. Junto aos cartórios, cada casal registrou e regularizou a sua união. Nessa edição, participaram 34 casais de Pau dos Ferros. Os demais eram casais de cidades circunvizinhas: Água Nova, Encanto, Francisco Dantas, Rafael Fernandes, Riacho de Santana e São Francisco do Oeste.

 

A solenidade foi iniciada por volta das 19h. Na Praça de Eventos Nossa Senhora da Conceição, cerca de 1.200 pessoas assistiram ao evento, entre noivos, familiares e população em geral. A juíza de Fátima Soares coordenou a cerimônia de casamento civil. “Hoje é um dia de louvor à família. Sabemos que este é um projeto de Deus, para o bem da humanidade. A família é a base da sociedade; por esse motivo, é muito importante a presença de todos vocês aqui, na decisão de se unirem pelos laços do matrimônio”, discursou a magistrada.

 

Casal símbolo da solenidade, Cleidson e Eluziânia foram vestidos à caráter para o casamento. Vestida com um longo vestido branco, a noiva não tirava o sorriso do rosto. “Tudo foi muito especial. Me sinto ótima, nas nuvens. Era um sonho que eu sempre tive e que hoje tenho o prazer de realizar”, compartilhou a noiva. Cleidson contou a trajetória do relacionamento: “estamos juntos há seis anos, já temos um filhinho da mesma idade. Nada mais justo do que oficializar nosso relacionamento em praça pública”, afirmou.

 

Situação parecida é a do casal Tiago Hector e Francisca Monaliza. Nascidos no município de Encanto, a poucos quilômetros de Pau dos Ferros, o casal não perdeu a oportunidade de oficializar o casamento na programação do Justiça na Praça. “Tudo fica mais fácil, mais rápido e tem um significado ainda mais especial. Agora, é preparar a festa religiosa e preparar-se para o até que a morte nos separe”, brincou o noivo.

 

Gratuidade

 

Conforme o previsto, os casais inscritos ficam isentos de pagar o valor de R$ 236,00 de acordo com a Lei Estadual nº 7.115, de 1983, que prevê a gratuidade dos casamentos a casais que ganhem uma renda inferior ou igual a dois salários mínimos.

 


TAGS: PAU DOS FERROS | JUSTIçA NA PRAçA

Compartilhar:



voltar


Tribuna do Alto Oeste - 2012 © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS